19 de julho de 2019

Inauguração Fast Nature Asa Sul

Boa tarde geração saúde, ou pra  quem, como eu, adora uns lanchos mesmo. Em 1998 a primeira lojinha da Fast Nature era inaugurada em Sobradinho, sendo hoje uma franquia deliciosa, abre sua quinta loja!


A Fast Nature é a melhor opção para o brasiliense que procura um conceito saudável na hora que bate aquela fominha. Com lojas em Sobradinho (Serra Shopping), Águas Claras (Park Mall e Avenida Jequibá, que inclusive é o endereço da maior franquia da marca) e Asa Norte (313 Norte).
A franquia estreia sua primeira loja na Asa Sul. O cardápio conta com lanches leves, crepes de diversos sabores, sanduíches, açaí, sucos naturais (que podem ser feitos com água, leite ou whey) e saladas (montadas da forma que você quiser!).



O evento para jornalistas, influencers e convidados especiais contará com degustação de crepes, saladas, sucos e açaí, nhamy!

Inauguração Fast Nature:
Local: 405 Sul
Data: 24 de julho (quarta feira)
Horário: 18h30
Entrada: Franca
Fone: (61) 3554-9948
Crédito das fotografias: Alfo Faiad

17 de julho de 2019

Filmes da Semana|Animações

Ontem cheguei em casa cedo, coisa que não acontece de forma costumeira, jantei, fiz um quilinho, tomei banho, li uma fanfic (sim, eu leio fanfics até hoje, me julguem), assisti Viva!A Vida é uma Festa com a Luna e achei tudo muito estranho porque à tempos não fazia isso, não nessa ordem, o que é normal pra quase mundo, geralmente chego em casa muito tarde do trabalho, tomo banho, como qualquer coisa se der fome e fico assistindo filme ou série até a hora que desmaio de sono. Sentiu a diferença da minha rotina quando eu trabalho de dia e minha rotina quando eu trabalho à noite? Só queria poder trabalhar todos os dias de dia, afu.

Como eu trabalho no shopping, trabalho em alguns domingos também, foi o caso do domingo passado, mas como a loja fecha as 19hrs, eu consigo chegar "cedo" em casa, assisti Pets com a Luna e ontem Viva, eu como fã de animações e fã da Disney, demorei demais pra assistir as duas animações mas antes tarde do que nunca.

Viva - A Vida é uma Festa

Miguel Rivera é um garotinho que sonha em ser um músico incrível, como seu maior ídolo, Ernesto de la Cruz, o problema é que sua tataravó foi abandonada por seu tataravô,para se tornar um músico, os Rivera odeiam música desde então e temem temem e cuidam para que o menino nunca se envolva com isso, o que eles não sabem é que Miguel já toca violão e só gostaria de participar do concurso de talentos da vila, porém quando ele revela isso para a família, sua avó fica furiosa e quebra seu violão, muito chateado com tudo, na véspera do Dia de Los Muertos ele decide ir ao museu de La Cruz e pega o violão de Ernesto emprestado, no primeiro som que tira do violão ele é trasportado para o mundo dos mortos onde ele tenta achar o tataravô junto à Hector, um amigo da terra dos mortos, e daí pra frente só assistindo pra vocês saberem o resto! prometo que você vai rir e chorar na mesma proporção. Esqueci de deixar citado que Hector, na versão original, é dublado por Gael Garcia Bernal, o homem mais lindo do México inteirinho (e olha que o Poncho nasceu no México).



Pets - A Vida Secreta dos Bichos

Max é um cãozinho que vive muito feliz, ama sua dona mais do que tudo nesse mundo, tem vários amigos no prédio em que ele mora, sua vida vira de cabeça para baixo quando sua dona resolve adotar Duke, Max fica com ciúmes e Duke tenta fazer com que Max se perca para não precisar voltar para o canil, porém os dois acabam se perdendo de casa e entram na maior furada junto com o coelhinho Bola de Neve e a turminha do esgoto. Enquanto isso, a cachorrinha Gigi une todos os amigos do prédio para encontrar Max. Na versão brasileira Max é dublado por Danton Melo, que também fez a dublagem brasileira do Jack (Leo DiCaprio) em Titanic.


15 de julho de 2019

Vicio da Semana|King Princess


BROOKLYN, 1998.
Nascida e criada em NY, Mikaela Straus, mais conhecida como King Princess, sempre teve a vida rodeada de música, além do pai trabalhar com música e ter um estúdio e ela passar bastante tempo lá, aos 11 anos já tinha gente querendo contratar a menina mas ela recusou. Durante esse bom tempo no estúdio do pai, Mikaela aprendeu à tocara baixo, guitarra, piano e bateria (seria meu sonho?), nesse ponto da vida ela se inspirava muito nas bandas Led Zeppelin, T-Rex e também no Jack White (um homi que eu amo). Ah, não influencia muito na vida dela (ou será que sim?), mas achei bem relevante deixar registrado aqui que os tataravós dela morreram no Titanic! E super relevante vocês saberem que ela se identifica como não binária ou "genderqueer" e gay.


King Princess não tem uma lista extensa de álbuns e músicas, o que é bem legal pensando que podemos escutar tudo que já foi lançado bem rápido e também é um saco porque acaba rápido (K)!

1950 é um tributo ao romance "The Price Of Salt", da autora Patricia Highsmith, lançado em 1952, um livro que tem uma história super interessante e importante, sinceramente meu deixou com muita vontade de ler ele, eu super recomendo que vocês procurem sobre, no site Skoob (LINK AQUI) achei uma sinopse com esse comentário feito pela própria autora, que relatou receber de 10 a 15 cartas por semana de pessoas agradecendo e pedindo conselhos. O comentário feito por ela foi a seguinte frase:

 "Antes deste livro, os homossexuais, masculinos e femininos, nos romances americanos, eram obrigados à pagar pelo seu desvio cortando os pulsos, se afogando em piscinas, mudando para a heterossexualidade (assim se afirmava) ou mergulhando - sozinhos, sofrendo, rejeitados - em uma depressão dos infernos."



13 de julho de 2019

Além das Paradas Estranhas

Até ontem eu adorava muito meu trabalho, mas hoje eu notei que aparentemente é proibido um ser humano normal gostar do seu emprego. Eu trabalhava com uma pessoa super fofa, nada é perfeito porém, a gente nunca tinha tretas. De imediato já rolou um desentendimento com a nova pessoa e ontem eu quase tive um ADP por causa de uma cliente que deus me free. Enfim, prefiro meus gatos do que qualquer ser humano que não seja a Luna, é isto.

VAMOS AO QUE IMPORTA.
Eu finalmente assisti Stranger Things 3, meu deus, como eu amo meus filhos cada dia mais!
Eu adoro falar de ST, principalmente quando acaba uma temporada, assim posso criar teorias para a próxima e quanto à essa temporada, quantas teorias podem ser criadas! Depois de 8 episódios, os grupos divididos à procura de respostas para a mesma pergunta, minha expectativa pela minha OTP finalmente ir tomando um rumo e coisas novas que eu adorei de primeira, tenho um resumão pra vocês:


Estamos em 1985 em Hawkins (ou Hawhell?), é verão! Muita piscininha amor, Sra Wheeler (Cara Buono) no clube todos os dias só de olho no Billy (Dacre Montgomery), que do nada fica muito estranho e começa a preocupar nossa turminha que agora tem problemas de adolescentes. El (Millie Bobby Brown) e Mike (Finn Wolfhard) formam aquele casalsinho mais chato do mundo, deus me free, que núcleo chato nessa temporada, enquanto isso Lucas (Caleb McLaughlin) continua com traços egoístas mas agora o casal que todo mundo torceu na segunda temporada, agora é real, se mostrando uma futura mulherona da porra, Max (Sadie Sink) chega na terceira temporada tentando abrir os olhos de El, especificamente sobre homens e como eles não são tão importantes nas nossas vidas, enquanto isso meu filho preferido, Will (Noah Schnapp) passa muito tempo sentindo falta dos amigos (pra que namorar gente, afe) e volta a se sentir "estranho". Enquanto toda essa bagunça adolescente está acontecendo, nasce o melhor grupo da série, o trio Dustin (Gaten Matarazzo), Robin (Maya Howke) e Steve (Joe Keery), Robin é novidade nos bagulhos sinistros, porém é uma deusa sem defeitos, Erica (Priah Ferguson), que nós fãs já sabíamos que teria uma nova importância na série é parte importante para as descobertas do grupo. Meu casal preferido dentro e fora das telinhas Jonathan (Charlie Heaton) e Nancy (Natalia Dyer) trabalham juntos agora e eu só posso dizer uma coisa sobre, o espirito de jornalista de Nancy está mais aguçado do que nunca! Hopper (David Harbour) só passa muito ódio com Mike na sua casinha todo dia, tirando totalmente a sua paz, até que lhe aparece Joyce (Winona Ryder) vendo mais coisas loucas acontecendo naquela cidade, mas o nosso querido Hopper já está acostumado, né non?


meu comentário final é: ASSISTAM! Eu sou absolutamente contra spoilers porque eu mesma fico com ódio.

Pra fechar com chave de ouro, um cover de uma música saída justamente de 1985, Weezer (ouça pelo amor, que banda linda) lançou o videoclip estrelando a banda Calpurnia, banda do Finn Wolfhard, ou Mike Wheeler, como preferir.



*ADP: Ataque de pelancas, se você não entendeu é porque nunca assistiu As Branquelas, mas o porque disso é que ninguém entende!
*OTP: Giria adolescente para "casal dos sonhos" algo assim, não sou adolescente mas uso.

11 de julho de 2019

(re)Começar

São meses sem escrever, machuca minha alma passar tanto tempo longe do que eu amo, nunca mais tive a oportunidade de sentar e me expressar das mais diversas formas por aqui (não pensem que estou agora, estou de pé e no trabalho), e a cada ano que passa dificulta mais, sinceramente o adulto sofre, mas o adulto proletariado sofre bem mais!

Depois de perder minha vózinha que eu cuidava e apesar de todas as briguinhas bestas e as idiotices que eu apoiei, ela era minha mãe mais do que a minha mãe biológica, depois dela a ultima lamparina do meu juízo se apagou e eu comecei a ficar totalmente sem rumo, minha vó me ajudava em todas as coisas da minha vida e sem ela eu estava perdida. Comecei à trabalhar num boteco, eu com a minha cara de criança ingênua, trabalhei num boteco durante os 2 meses mais estranhos da minha vida, o ambiente absolutamente machista onde eu era praticamente escravizada sem carteira assinada nem contrato (como diria minha avó, sem lenço e sem documento), pedi as contas após ouvir do meu patrão bêbado que eu deveria comprar roupas apertadas para trabalhar, pois os clientes olhavam.

No mesmo mês fiz uma entrevista numa loja muito fofinha no shopping onde uma amiga trabalhava e estavam precisando de funcionários, desde o dia 25 de maio estou aqui. Cansa, faltam algumas coisas para ser 100 porcento, mas eu já passei por tantas desde o dia 30 de outubro que esse emprego tá valendo por mil, ainda mais com meu currículo riquíssimo (só que não), obrigada adolescência conturbada.

Sempre gostei de aparecer por aqui semanalmente e contar o que estava ouvindo, ou a série que estava vendo, o filme preferido da estação, falava sobre a Luna, minha família, meus amigos e até mesmo usava de refugio para os meus dias de treva (e quantos dias!), passei a ficar tão apagada por dentro, minha cabeça, meu corpo, meus sentimentos, é tudo escuridão e eu sinto à cada segundo que se eu não apertar um interruptorzinho que seja, vou acabar me afogando nesse vácuo que estou imersa. Tentei pesquisar cursos que poderia fazer, mas nenhum caberia no meu bolso, sustentando uma casa sozinha eu não teria como tira cento e poucos do orçamento seria incabível, logo eu tive a ideia que minha mente desorganizada me tirou e nunca mais tinha me devolvido, meu blog era minha forma de expressão mais amada, eu não teria que falar nada pra ninguém, mas poderia jorrar meus sentimentos aqui, como estou fazendo agora, desculpem, não só isso mas também consegui voltar á assistir alguns filmes, algumas séries, nada de "wow, agora sim!", mas aos poucos estou conseguindo adaptar a minha vida ao mundo sombrio dos adultos, só preciso de um tempo e muita cor pra deixar meu mundinho mais agradável pra mim e pras pessoas que eu amo e convivem comigo!

Depois desse resumão sem muitos detalhes e com algumas histórias que ainda não tenho coragem de contar, eu anuncio finalmente que escolhi não desistir de mim, hoje não. Por fim deixo pra vocês essa música que é serotonina pura e sempre me dá alegria de ouvir, tchau. Aliás, até mais.

Veja também: Plugin for WordPress, Blogger...