13 de julho de 2016

Hoje é Dia do Rock, Bebê!

Olá gatas e gatos que frequentam este maravilhoso bloguinho, feito com todo amor <3 Tudo bem? Eu tô com a garganta ruim e a rinite atacada, também é válido citar que não ando postando com a mesma frequência porque meu notebook faleceu de vez, e eu ando ajudando minha mãe na mudança, sim, ela se mudou, pra um apertamento (você leu certo, APERTAmento, porque é muito pequeno, muito).

Notei que não venho mais falando sobre meu assunto preferido com vocês, euzinha.
Comecei a falar de moda (asvezes), de cosméticos e tals, mas gosto muito de contar minhas desventuras para vocês, que leem meus lamentos de cada dia! Sendo assim, irei tirar um dia na semana pra postar assuntos pessoais, que provavelmente será na segunda ou quarta!

Começando com esse pensamento, falarei pra vocês, roquistas de plantão, ou não, como o rock foi formador de opinião na minha vida, e faz parte de cada célula do meu corpo, porque ele é cabuloso, esse tal de rock'n roll...


Quando pequena, meu pai gostava muito de ser roquista (hoje em dia ele gosta de sertanejo universitário, fazer o que? [se você gosta de sertanejo, eu não quis falar mal do gênero, gosto de um bom sertanejo, um BOM.]).

Enfim, meu pai gostava de ser roquista, eu acabei gostando também, grande parte das minhas filmagens de criança estão com Black Sabbath ou Pink Floyd tocando ao fundo (bandas que me lembro sem checar fitas), eu aprendi a gostar de Iron Maiden, mesmo tendo medo do Eddie, aprendi a gostar de Beatles, mesmo tendo medo de Nº 9, aprendi a gostar de Radiohead, mesmo tendo medo da música "Fake Plastic Trees", sim, eu era uma criança um bocado medrosa.

Com o passar do tempo, passei por fases Beatlemania, tive um início de adolescência, meio indie, meio grunge, meio metal, não sei, a minha parte grunge me pegou com tanta força que não queria mais nem tomar banho, a parte de não lavar o cabelo era pra ficar com o cabelo seboso igual o do Julian Casablancas, meu marido, que não sabe, mas é meu marido.


Depois de passar por poucas e boas na minha vida, passei a ouvir muito psicodélico e punk, não faz o menor sentido, mas é verdade, passei a ouvir progressivo, pra pensar na vida, e então tive um crescimento (musical) maravilhoso! A convivência com Trick me fez ouvir mais metal, antes só ouvia Iron e Metallica, passei a conhecer viking metal e outra galera européia, não quer dizer que curti tudo, mas gostei de alguns sim, outros achei até bem legais.

No fim, eu aqui, quase adulta, gosto mesmo é de um bom indie, é isso que conquista meu coração desde sempre e vai continuar conquistando, tudo que for indie, subgêneros, tudo que inspirou a existência do indie, desde pós punk até o dia de hoje, é isso que eu amo, amo o som mórbido do Joy Division, a liberdade inglesa do The Smiths, amo as deprês do Radiohead, amo os podrinhos novaiorquinos dos Strokes (que já deixei bem claro que são meus preferidos), amo a animação dark do Franz Ferdinand, amo a indecisão dos Arctic Monkeys.

Se é sobre indie e seus primórdios e seus derivados, eu amo.
Pra finalizar, indie rock'n roll de qualidade pra vocês, porque hoje é dia de rock, bebê!






Ps. Imagens Capturadas do WeHeartIt <3

Comente com o Facebook:

15 comentários:

  1. Ótima lembrança
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  2. Oii. Adorei o post. também curto um bom rock n roll. Iron, Guns, Elvis.. e por aí vai. Mas confesso que ultimamente não tenho ouvido muita coisa. Gostei do vídeo no final do post. Beijokas e muito sucesso.

    http://juliana-editions.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto de rock, mas ultimamente não estou ouvindo muito como antes. É uma pena que o seu pai tenha mudado o gosto musical dele. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca fui fã de rock, escuto poucas músicas..hahaha adorei o post mesmo assim <3
    Beijoos,

    www.marinaalessandra.com

    ResponderExcluir
  5. Adorei o post!! Eu amo rock principalmente indie rock e sou apaixonada pelo Julian Casablancas hahahah beijos!

    http://vivendoeflorescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Rock <3 eu passei a infância mais ouvindo aqueles pop rock por influência da minha irmã mais velha, infelizmente, hoje em dia ela escuta sertanejo também.
    Beijos
    lolamantovani.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. adorei o post, pra mim td dia é dia do rock, eu tbm tenho mts influencias do rock'n roll na minha vida

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  8. Eu cresci em uma família que ama as diversas vertentes do rock, então foi natural, para mim, gostar do estilo musical e seus variados estilos. Gosto muito de indie rock, mas trago no coração o meu amor por The Beatlhes, Aerosmith e AC/DC <3

    Beijos
    barbfurtado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Desde que me conheço por gente ouço rock. Meu pai apresentou os Beatles, meu primo U2, meu irmão Metallica e por aí vai.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
  10. Seu blog é lindo, muito fofo! Embora seja eu mais da "boemia sem razão de ser" e "Vinicius de Moraes" adorei sua forma de expressar e escrita. Ganhou uma leitora! <3

    Beiijinhos, www.devaneiosdabella.com.br

    ResponderExcluir
  11. "falar sobre meu assunto preferido: euzinha". DEI UM BERRO AQUI, ADOREI HAHAHAHAHAH

    entãão... curti acompanhar sua história durock (pai da Gabbe, poxa. Volta pro lado bom da vida! HAHAHAH) e eu mesma já tive as minhas. Na verdade, tudo que aprendi de música foi meio que sozinha, porque cresci com a minha mãe ouvindo Leandro e Leonardo, comofas? não foi fácil, mas sobrevivi.

    Tava ouvindo agorinha Radiohead e creed <3
    E não posso de deixar um coração para: THE SMITHS <3

    beeeeeijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
  12. Meu pai é uma mistura, ele gosta do Queen e do Michael Jackson e Beyoncé ao mesmo tempo, aí fica essa mistura louca na minha vida. Por isso que eu sou eclética, hahaha! Gosto de tudo um pouco. E não é querendo me gamar não, mas minha playlist de rocks no Spotify é maravilhosa, ouve só: https://open.spotify.com/user/thamisgalbiero/playlist/4IOsh1Ag0mma9JhqoXov6h

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tinha perguntado como eu fiz aquele doce que apareceu no meu vídeo do Document Your Life e eu fiz vídeo lá no meu canal mostrando como fiz: https://youtu.be/3Um_5Uh6VVI

      Excluir
  13. Muito legal seu história com o rock, e confesso que também tenho um pouco de medo de Fake Plastic Trees. Não é "meedo", mas é um desconforto, sei lá hehehe
    Também aprendi a gostar de rock com meu pai :)
    boa semana :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  14. O rock também marcou demais a minha vida! Sempre foi meu gênero favorito, devido à tantas variações que podemos encontrar e do quão livre ele sempre me fez sentir. Amei conhecer um pouco de como o rock se faz presente na sua vida, acho que você deveria fazer outro post nesse molde, porém playlists! Eu ia amar... (fica a dica heim haha)
    Beijos!

    www.ouviporai.com

    ResponderExcluir

Veja também: Plugin for WordPress, Blogger...